Home    |   SHOWS  |  Biografia   |   Palcos   |  Discografia   |  Imprensa  |   Videos   |   Fotos  |  Contatos
 
English      Français      Brasileiro-Português
 

 

In a Latin Mood

No seu novo album "In a Latin Mood", Manu grava 10 composiçoes originais + uma musica do compositor e cantor francés, Claude Nougaro 2017 - No seu novo album "In a Latin Mood", em parceria com o grande e original percussionista argentino Minino Garay, Manu Le Prince reune a fina flor do jazz francés contemporãneo: os pianistas e compositores Grégory Privat, Baptiste Trotignon, Giovanni Mirabassi, o seu filho Julian Le Prince Caetano, o sanfonista Marc Berthoumieux. Manu escreve letra em inglés, portugués e francés nos seus instrumentais, e ate uma letra numa musica "Twilght", do famoso compositor americano Kenny Barron. O lançamento do album foi em outubro 2017 na maior casa de Jazz de Paris, o NEW MORNING


Piano  Grégory Privat, 
Contrebasse  Thomas Bramerie
Batterie  Lukmil Perez
Percussions  Minino Garay 
Guests:  
Giovanni Mirabassi Julian Le Prince Caetano Lalo Zanelli (piano)
Baptiste Herbin (saxophone)
Raul Mascarenhas (flûte)
Zaza Desiderio Gaël Le Prince Caetano (batterie)
Davis Linx (vocal)
Marc Berthoumieux (accordéon)
Acelino de Paula (basse)

 

 


BossaJazz for Ever

Em homenagem ao Johnny Alf, foi gravado em Rio de Janeiro em colaboração com o saxofonista arranjador do Johnny.........

"BossaJazz For Ever" em homenagem ao Johnny Alf, foi gravado em Rio de Janeiro em colaboração com o saxofonista arranjador do Johnny

"A intimidade de Manu executando a obra de Johnny Alf, mostra o nível de identificação com o som do compositor. É uma alegria muito grande ver suas canções atravessando os mares"   
Neslson Valencia  (produtor e amigo do Johnny)

 

 

REF : 842 653 - Label SOUS LA VILLE - Distribution SED / SOCADISC

http://www.souslaville.com/manu-le-prince.html

 


TRIBUTE TO COLE PORTER

Label : Sergent Major - Mosaïc Music

Claude Carrière (productor na grande Radio France Musique desde 1975 : « Tout Duke » (1976-1984), Duke Ellington em 4O0 episodos, Jazz Club », programa semanal live dos jazz clubs de Paris desde 1992, jornalista nas famosasa revistas ""Jazz Hot" e Jazzman" ..presidente de Honra da Academia de Jazz) escreveu (julho 2OO8):
MANU LE PRINCE / TRIBUTE TO COLE PORTER

"Os brasileiros a adotaram como uma das suas, o que nao é pouco no pais onde a musica é considerada arte de viver.  Perfeitamente lusofone, a cantora francesa Manu Le Prince se revela também anglofone, quase de nascença.  Ela pode entao se lançar sem problemas e com a devida distancia da bossa nova, na celebraçao jazzistica de um dos maiores talentos "song writers" americanos, um dos raros compositores poetas, autor ao mesmo tempo das letras e das musicas de toda a sua propria obra.  Cole Porter encontrou assim a forma mais segura de dar às palavras as notas adequadas... Homem refinado, curioso de outros mundos e de outros povos, costumava dividir sua vida entre Nova York e Paris, como a parisiense Manu, à quem as ruas do Rio quase nao tem mais segredo... Este espirito de abertura possibilita entao à cantora  explorar com precisao e personalidade um repertorio que todos pensam conhecer - todo mundo cantarola
versinhos de Night & Day ou de I've Got You Under My Skin - mas que revela imensas riquezas, e esconde ainda territorios à descobrir.  Que nem Alll Through The Night, cançao dificil, de longa estrutura, escrita numa melodia quase cromatica com frequentes modulaçoes harmonicas...
A grande arte da interprete encontra dessa forma aquela do autor, e o tempo escoa sem que se perceba o esforço de ambos... Isto é evidentemente fruto da paixao e da experiência, a menos que se creia em Papai Noel... De fato a Dama  sabe se rodear ou melhor, atrair o talento daqueles que vieram numerosos lhe dar a mao, do grande Alain Jean-Marie, infalivel inventor de turbilhões, até os Naturel, Betsch, Belmondo, Richardeau, Saussois, Lockwood, Rhoda e os filhotes em pessoa, cada um queredo por a sua cor e deixar a sua marca. Consequentemente Manu esta dando ai sem forçar, o melhor de si e em partes iguais seu "feeling e seu dominio, investindo com alegria o rico repertorio de Porter.  Os gourmets atentos degustaram a introduçao de Belmondo desde o inicio do disco, os versos pouco conhecidos de Love for Sale e de I Get A Kick of You, O ritmo impar de From This Moment On, a sombria claridade de Miss Otis, o arco soberano de Naturel no começo de What Is This Thing... A rara I Am In Love, escrita em 1953 para "Can Can", as belas nupcias do orgão e a voz em All Of you,e mil outras coisas que no final das contas, abrem o espirito e satisfaz o coraçao."
All through the night

Get the Flash Player to see this player.

ou lien vers mp3 : All through the night

I Get a kick out of you

Get the Flash Player to see this player.

ou lien vers mp3 : I get a kick out of you

Get out of town

Get the Flash Player to see this player.

ou lien vers mp3 : Get out of town

Night and day

Get the Flash Player to see this player.

ou lien vers mp3 : Night and day

From this moment on

Get the Flash Player to see this player.

ou lien vers mp3 : From this moment on

 

 

 

 

 

Hermeto Pascual : "Ela pensa, ela sente, ela canta maravilhosamente bem"

“MADRUGADA, um álbum onde o jazz se funde com a música brasileira no que ela tem de melhor: melodias sutis, harmonias sofisticadas, energia rítmica, sensualidade ... Ela reverencia, assim, o espírito original da Bossa Nova, feita de calor e sensibilidade musicais. Com seu conhecimento tão jazzy quanto carnal do canto, e suas criações vocais bem próprias a ela, Manu alterna composições originais e temas conhecidos, com respeito, mas também com a liberdade merecida por suas qualidades indiscustíveis de musicista, como testemunham suas versões “abrasileiradas” de “Caravan” e de “Nature Boy”. Ela homenageia também Claude Nougaro, interpretando a canção «Le Cinéma», com um texto “bem feminizado”, segundo à expressão do próprio autor, que a escutou e apreciou. De sua amizade e cumplicidade musical com o genial Hermeto Pascoal, nasceram dois títulos: «Bebê», para o qual ela compôs o texto, e «Coraçao», surpreendente duo com o mestre em pessoa, no piano acústico. Enfim, a mesma cumplicidade se sente nos improvisos luminosos dos seus amigos Francis Lockwood, Cacau de Queiroz, Raul De Souza, Stephane Belmondo, Marc Berthoumieux... «Madrugada» é um disco à imagem do percurso colorido de Manu Le Prince, uma grande voz do jazz, cujo talento, através do reconhecimento de seus parceiros e a fidelidade de um público cada vez mais numeroso, se situa realmente iluminado nessa obra." (M.Haliday)


Produced by MANU LE PRINCE & Mark Haliday at CUSTOM STUDIO
for NEW MOOD.




E preciso perdoar
(Alcyvando Luz / Carlos Coqueijo)
Piano (F. Lockwood), Basse (C. Werneck), Batt. (T.Caetano), Perc. (L.C. De Paula / E.Carnero) Trombone (R.De Souza), Cuica (J. Gonçalves)

Fotografia
(Jobim / Ray Gilbert)
Piano (F.Lockwood), Basse (C.Werneck), Batt (T.Caetano), Sax (C. De Queiroz), Perc. (L.C. De Paula)
Coraçao
(Rosinha de Valença / Dario Segovia)
Piano (H.Pascoal)


Ginga das neves
(Robertinho Silva / Manu Le Prince)
Toutes percussions (R.Silva)

Caravan
(Duke Ellington / Juan Tizol / Irving Mills)
Guit / Basse (C. Werneck), Clav. (F. Lockwood), Batt. /Perc. (T. Caetano), Flûte (C. De Queiroz), Perc. (L.C. De Paula / E.Carnero)
Winter song
(Francis Lockwood / Manu Le Prince)
Piano (F.Lockwood), Basse (C. Werneck) Batt. (T. Caetano), Perc. (L. C. De Paula)



Me deixas louca
(Armando Manzanero / Paulo Coelho)
Piano(F.Lockwood), Basse(C.Werneck) Batt./ Perc.(T.Caetano)

Nature Boy
(Eden Ahbez)
Basse & Guit.(C. Werneck) Accordéon (M.Berthoumieux) Perc. (L. C. De Paula)

Casa forte
(Edu Lobo)
Piano (F.Lockwood), Basse (C.Werneck), Batt. (T.Caetano), Perc. (L.C.De Paula), Trombone (R. De Souza)
Não tinha nada que (dança do vento)
(Zé Moreira)
Guitare / Basse(N.Conceiçao), Perc.(R.Silva), Bugle (S.Belmondo)



Tatau, beijos de luz
(Filó Machado / Manu Le Prince)
Guit (F.Machado), Clav.(M. Le Prince)
E bom
(Francis Lockwood / Manu Le Prince)
Guitare (D. Le Prince), Clav. (F.Lockwood), Basse (C.Werneck), Batt. (T.Caetano), Flûte (C.De Queiroz)

 

--> Album "Agora" (1990)

Album Agora
 



Aquelas coisas todas
(Toninho Horta)
Vocal (Luiz Antonio), Guitare  Le Prince), Piano (F. Lockwood), Basse (A. Bédier) Batt. (T. Caetano), Perc. (S. Michelino)



Canto em primavera
(Daniel Goyone / Martha Contreras)
Piano (D. Goyone), Basse (A. Bedier), Batt.(T. Caetano)
Coração
(Rosinha de Valença / Dario Segovia)
Guitare (R. De Valença)



Agora
(M. Le Prince / L. A. Moraes Da Silva)
Guitare (D. Le Prince), Basse (J. Domingues), Batt.(T. Caetano), Saxo (H. Meschinet), Voc (Luiz. Antonio)



The bluest world (to Plum's)
(M. Le Prince / D. Goyone)
Piano (D. Goyone), Basse (A. Bédier), Batt. (T.Caetano)
Song for Gaël
(D. Goyone / M. Le Prince)
Piano(L. Zanelli),
vocal (Tatau Caetano)